[Resenha] O Despertar do Príncipe - Colleen Houck

janeiro 08, 2018


Oi meus amores!

Sempre fui apaixonada pela cultura egípcia. Fiquei curiosa para ler esta saga "nova" da Colleen Houck justamente por causa disso.
Este livro estava na minha lista de desejos a muito tempo, mas estava aguardando o lançamento do ultimo livro dá série para comprar todos eles juntos, porém acabei ganhando ele no amigo secreto em dezembro do ano passado. Agora tenho mais certeza ainda de que quero ler todos os livros.
Diferente da saga do tigre, nesta eu gostei da personagem principal a Lily, também não houve nenhum romance "forçado" como na outra saga da Colleen.


O Despertar do Príncipe

Título Original: Reawakened
Série: Deuses do Egito #1
Autora: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Páginas: 384
Ano: 2015

Em O Despertar do Príncipe, conhecemos a jovem de 17 anos Liliana Young, moradora de um luxuoso hotel de Nova York, ela recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar toda a cidade.
Mas, para isso precisa seguir as regras de seus pais: ter boas notas, apresentar-se adequadamente nas festas com seus pais, e ter amizade apenas com quem eles aprovarem. Sua maior preocupação atualmente é convencer os seus pais a deixarem escolher a própria carreira.

Em uma de suas visitas ao Metropolitan Museum of Art, na seção egípcia Lily se depara com um sarcófago aberto e um príncipe do antigo Egito, vivo!
Amom havia despertado devido a uma maldição. A cada mil anos ele e seus dois irmãos despertam para realizar um ritual para impedir que o deus Seth espalhe o caos pelo mundo. E ao despertar no século XXI muita coisa havia mudado, e para conseguir realizar o ritual Amom precisará da ajuda de Lily, oque pode ser perigoso para a jovem.

No primeiro livro da série Deuses do Egito, Colleen nos levá para uma aventura de tirar o folego. Os personagens são bem construídos. Lily está sempre disposta a ajudar Amom, é uma personagem com muita coragem e determinação, a proximidade com o deus mexe com os sentimentos dela, e cria momentos até mesmo divertidos.

O final foi um dos mais incríveis que já li. Foi bem tenso, sofrido, romântico e sim, foi triste. O final foi uma mistura de emoções e eu quase chorei.

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Pinterest