Indicação: O Diário de Anne Frank

julho 01, 2015


Mesmo eu não gostando de livros no estilo diário, O Diário de Anne Frank acabou por ser uma das melhores leituras que já tive!

Sinopse: Publicado originalmente em 1947, "O Diário de Anne Frank" já foi lido por milhões de pessoas em todo o mundo. Esta edição, porém, traz pela primeira vez a íntegra dos escritos de Anne, com todos os trechos e anotações que o pai da menina cortou para lançar a versão conhecida do livro. É comovente descobri que, no contexto tenebroso do nazismo e da guerra, ela viveu problemas e conflitos de uma adolescente de qualquer tempo e lugar. Neste volume, o leitor acompanha o desabrochar da sexualidade de Anne, surpreende-se com a relação conflituosa que a jovem tinha com a mãe e se emociona com sua admiração sem reservas pelo pai. Anne registrou admiravelmente a catástrofe que foi a Segunda Guerra Mundial. Seu diário está sempre entre os documentos mais duradouros produzidos neste século, mas é também uma narrativa terna e incomparável, que revela a força indestrutível do espírito humano.

Mais Sobre o livro: 

O livro conta a historia de Anne, com uma vida comum, com amigos, uma família, e problemas de uma garota normal, mas com treze anos ela e outros judeus começam a ser caçados pelos nazistas. Anne e sua família então vão para um esconderijo, chamado de Anexo secreto, que dividem com a família Van Daan e Albert Dussel, onde permanecem durante dois anos.  A vida torna-se mais difícil entre famílias misturadas. Durante dois anos, Anne conta, ao seu diário batizado de Kitty, seus dias “presa” no Anexo, mal podendo abrir as janelas. Ela conta como se sente sozinha, confusa e mal por não poder ajudar outros judeus como ela.
 sabemos o final dessa historia que é triste. O livro nos emociona deixando uma mensagem, de como foi difícil ser um judeu durante a segunda guerra mundial. Ainda mais para uma menina, que tinha sonhos e muito para viver ainda. Recomendo. 

Comentários: 
 O livro se torna até mesmo engraçado em alguns momentos, pela existência das muitas brigas e desavenças.
 Sabemos o final dessa historia, que é triste. O livro nos emociona deixando uma mensagem, de como foi difícil ser um judeu durante a segunda guerra mundial. Ainda mais para uma menina, que tinha sonhos e muito para viver ainda. Recomendo. 






You Might Also Like

4 comentários

  1. Eu tive que ler ele ano passado, nunca me interessei a história em si é triste mas não curti o livro não.
    rebeldiaemv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, eu li por vontade estava bem interessada na historia :) verdade a historia é bem triste, mesmo sabendo o final eu torcia muito para mudar...

      Excluir
  2. Oi flore, aqui é a Amanda do blog Love Candy. Vim avisar que apartir do dia 3/8 o endereço do blog será outro.
    Será: bloglovecandy.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, está bem então, já irei marcar para não esquecer! ;)

      Beijos

      Excluir

Press

Eu Sou do CBBlogers
blogs de moda

Like us on Facebook